Perguntas e Respostas         Todas as questões são respondidas com base no        Espiritismo - Obras da Codificação  Allan Kardec                       

Olá a Todos e coloco aqui uma pergunta, a questão da morte é encarada pelos espíritas de uma forma pouco tocante ou superficial, será que estou a compreender mal a posição?

Obrigado.

Paula Neves

Desde já obrigado pelo contacto, bem como pela questão.

É importante efetivamente colocar a nós mesmos estas situações e raciocina-las, bem como procurar obter respostas objetivas e sem dúvida a Doutrina Espírita tem essa capacidade de nos elucidar e ao mesmo tempo nos Consolar face a uma situação como é a Morte.

A observação relativamente á postura do Espírita na questão da morte, na forma apresentada é superficial, os Espíritas compreendem e sabem com toda a certeza, que somos espíritos revestidos de um corpo carnal ou material se assim lhe quisermos chamar, esse corpo é condicionado pelo desgaste da nossa existência ou seja tem tempo de duração.

Reconhecemos a pré-existência do Espírito e a sua individualidade, bem como o processo de reencarnação, que é a única forma de podermos através das experiencias existenciais, evoluir seja moralmente ou no campo intelectual.

Assim sendo é através da reencarnação que se dá também o processo das vidas sucessivas, pois o que desaparece com a morte é o corpo material, o espírito sobrevive e regressa á sua verdadeira casa, a Pátria Espiritual, com tudo aquilo que aprendeu em quanto encarnado, seja o Bom ou mesmo o que fez de menos bom.

Estas certezas e confiança nas Leis Divinas, dão aos Espíritas a capacidade de melhor suportar a perda temporária e a falta do contacto físico com um seu ente querido que tenha partido.

Não poderemos obviamente deixar de ter algum sofrimento ou angústia momentânea, bem como verter lagrimas de saudade, não somos insensíveis, frios ou impenetráveis nada disso...

Somos Humanos e com sentimentos de Amor, por todos, pois é o Amor que nos une, mesmo nessa separação temporal, inclusive sabemos através da comunicabilidade dos Espíritos com os Médiuns, qual o estado de muitas criaturas no mundo extrafísico e isso é muito Consolador .

Minha amiga, vale apena uma leitura atenta do Livro dos Espíritos, onde poderá encontrar muito mais sobre esta questão, existe também nas Obras de Francisco Cândido Xavier (1), que foi somente o maior Médium Psicógrafo do Brasil com mais de 400 obras editadas, nas quais em alguns livros temos os testemunhos de Espíritos que relatam a sua situação no Mundo Espiritual, ainda se a leitura não for o mais apetecível poderá ver o Filme " As Mães de Chico Xavier "que lhe dará uma pequena perspetiva sobre este tema.

Contudo será importante se deter sobre a Leitura das Obras Básicas da Codificação que lhe ampliaram a compreensão sobre os mais diversos problemas da nossa vida em quanto espíritos encarnados num corpo carnal ou material.

  • Livro de Xico Xavier: - Jovens No Além / Estamos Vivos /Noticias do Além
  • Livro dos Espíritos - Capitulo III da pag.117 - questões sobre a Alma /Morte